Congresso em Joinville Incentiva Gastronomia com Produtos Regionais

Os sabores da região explorados pelos chefs de gastronomia locais. É o que pretende estimular no setor o I Congresso Catarinense de Gastronomia, marcado para acontecer em Joinville nos dias 10 e 11 de novembro. “Queremos disseminar a cultura alimentar de Santa Catarina e valorizar seus produtos e produtores. Destacar a produção local agrega valor imaterial e coloca em evidência a comunidade e região de procedência, garantindo, a longo prazo, a preservação das tradições locais”, enfatiza Mariana Duprat, professora de gastronomia da Universidade e uma das organizadoras do Congresso. O evento é promovido pela Univille em parceria com a Epagri e apoio da Escola Superior de Cerveja e Malte, Associação dos Bananicultores de Corupá, Olho Embutidos e Defumados, Revista Prazeres da Mesa e Convention & Visitors Bureau de Joinville e Região.

Os chefs convidados são alguns dos destaques do encontro: Jaime José de Barcelos, do premiado restaurante Ostradamus do Ribeirão da Ilha, de Florianópolis, e Manu Buffara, referência na gastronomia contemporânea pelo modo como respeita os insumos e também quem os produz, priorizando a regionalidade e a sazonalidade, do restaurante Manu, de Curitiba. O chef de Joinville William Stwart Vieira, que ganhou notoriedade pelas inovações com produtos e sabores da região no restaurante Terroir Gastronomia e Eventos, participa da mesa redonda que vai discutir a regionalidade dentro da cozinha. Ele também vai ministrar oficina sobre o uso dos chamados (Animais Marinhos Não Convencionais (AMNC’s).

Entre as atrações, além das experiências que vão ser compartilhadas pelos chefs, está o workshop de degustação de cervejas artesanais, um dos ramos da gastronomia que vem se fortalecendo em Santa Catarina. A cerveja e outros quatro produtos gastronômicos de relevância para o Estado – queijo, ostra, mel e banana – serão o foco do debate durante o congresso.

Para Mariana Duprat, para elevar a gastronomia regional a um novo patamar, é fundamental a articulação de produtores locais, profissionais da área da gastronomia e meio acadêmico. “A união destes atores contribui para o enaltecimento dos produtos regionais, entre eles o turismo rural, os produtos agroalimentares e a gastronomia, estimulando assim o desenvolvimento regional”.

Programação:

10/11 – Sexta
8h Credenciamento
8h45 Cerimonial de abertura
9h Mesa redonda: Regionalidade na cozinha:
– Chef William Stwart Vieira (Terroir Gastronomia & Eventos – Joinville/SC)
– Chef Fabricio Truchem (Opa Bier – Joinville/SC)
– Chef Reinhard Pfeiffer (Expedito – Lapa/PR)
10h Palestra: Diferenciais das ostras de Santa Catarina – Alex Alves dos
Santos
11h Oficinas:
– Oficina 1 – A inserção da ostra na rota gastronômica – Chef Jaime José de
Barcelos (Ostradamus – Florianópolis/SC)
– Oficina 2 – Cozinhando com as AMNCs – Chef William Stwart
Vieira (Terroir Gastronomia & Eventos – Joinville/SC)
12h30 Almoço
13h30 Palestra: História da Cerveja – Mariana Alves Maranho (ESCM)
14h30 Oficinas:
– Oficina 3 – Uma viagem pelas escolas cervejeiras – Mariana Alves Maranho
(ESCM)
– Oficina 4 – A presença da cerveja artesanal em SC – Eddy Eltermann
16h Coffee Break Sabor de Sobra
16h Apresentação de pôsteres
16h30 Palestra: A construção da sociedade a partir da cultura alimentar –
Profª. Msc. Elsa Maria Feder
17h30 Regionalismo: Gastronomia catarinense – Chef Alysson Müller (Rosso
– Florianópolis/SC)
19h30 Palestra Magna: Chef Manu Buffara (Restaurante Manu – Curitiba/PR)

11/11 – Sábado
08h Mesa Redonda: Queijos catarinenses
– Queijo Colonial Diamante – Remy Narciso Simão e Salete Maria de Souza
Esser
– Queijo Kochkäse
– Queijo Serrano – Andreia Meira
– Queijos Bursin e de Sol (produzidos com leite de cabra) – José Ângelo Lyra
09h30 Oficinas:
– Oficina 5 – Produção de queijos frescos – Aloisio Dalri (Iggio)
– Oficina 6 – Produção de Kochkäse e Scharfkäse – Terezinha Hardt
11h30 Palestra: A Importância da Bananicultura para Corupá – Eliane Müller
(ASBANCO)
12h30 Almoço
13h30 Debate: A Qualidade do mel de Santa Catarina – Pablo Grunfeld
(AME-Joinville) e Nésio Fernandes (FAASC)
14h30 Coffee Break Os sabores da Banana de Corupá
14h30 Apresentação de pôsteres
15h Oficinas:
– Oficina 7 – O uso do mel catarinense na confeitaria – Chef Karyne
Iancóski (Bazar Doce Pâtisserie – Curitiba/PR)
– Oficina 8 – “Banana pá mim… Pão de milho pá ti” – A rica e farta
gastronomia do litoral catarinense – Chef Vitor Gomes (Ponto G Gastronomis
– Florianópolis/SC)
– Oficina 9 – Abelhas nativas sem ferrão – o mel, o própolis e o pólen na
gastronomia – Chef Gabriela Carvalho (Quintana Gastronomia –
Curitiba/PR)
17h Encerramento

Serviço:
O quê: I Congresso Catarinense de Gastronomia
Quando: 10 e 11 de novembro
Onde: Univille/Bom Retiro
Quanto: R$ 35,00 pelo site www.sympla.com.br/i-congresso-catarinense-de-gastronomia__202306

Informações: (47) 3461-9210 /facebook.com/congressocatarinensedegastronomia